Login | Register

Envio de Materiais Biológicos e Infecciosos

Substâncias infecciosas são definidas como substâncias que são conhecidas ou razoavelmente espera-se que contenham patógenos. Os agentes patogênicos são definidos como microrganismos (incluindo bactérias, vírus, rickettsias, parasitas, fungos) e outros agentes, tais como os príons patogênicos que podem causar doença em humanos ou animais.

Este treinamento é fornecido como um serviço para os clientes da LC2. Embora nosso treinamento seja correto e as informações exatas e precisas, lembramos que é de responsabilidade do empregador verificar a formação de seus empregados, e de acordo com a legislação, exigir o Certificado reconhecido pela ANAC para o envio de artigos perigosos.

Tanto as substâncias infecciosas da Categoria A (Infectious Substance Affecting Humans) quanto as substância da categoria B (Biological Substance) são atribuídas a Classe de Risco 6, Divisão 6.2.

Quem deve participar
Detalhes do Curso

Inscrição online

Carga Horária: 6 Horas/aula.

Próxima Turma: Inscrições abertas. Consulte.

Local: Centro de Treinamento - Pampulha em Belo Horizonte ou In Company.

Certificado: Será conferido Certificado ao aluno que obtiver frequência igual a 100% da carga horária e nota final superior a 80%.

Investimento: Consulte.

Condições de pagamento:

 

Coordenador de Curso: Luciano Cavalcante - Graduado em Logística e Transporte de Carga, MBA em Logística, Pós Graduado em Logística e Negócios Internacionais, Instrutor na Total Linhas Aéreas, Instrutor Homologado ANAC, Instrutor Certificado IATA, Examinador Credenciado ANAC, Engenheiro de Voo e Loadmaster (mestre de carga).

Programa:

Por que devo participar do curso ?

Você não paga pela matrícula e ainda receberá ainda um manual com a legislação nacional e internacional além de procedimentos atualizados 2013.

Você recebe um Certificado se alcançar um grau de 80% ou mais durante a avaliação.

Ao completar este curso, você terá condições de:

Maiores informações sobre este curso. Entre em contato !

Dúvidas Comuns

 

Eu trabalho em um laboratório hospitalar na área de envio de materiais, e eu contrato um serviço de courier, eu preciso do Treinamento de Artigos Perigosos?

 

Sim. Funcionários do hospital envolvidos na classificação e embalagem de amostras que serão transportadas em uma via pública ou em um avião são obrigados a serem treinados.

 

Se eu não estou enviando uma Substância Infecciosa da Categoria A, eu ainda assim preciso do Treinamento de Artigos Perigosos?

 

Sim. Por lei, qualquer pessoa que processa um artigo perigoso a ser transportado por um operador aéreo, deve seguir os regulamentos específicos e deve possuir a prova do treinamento.

 

Por que não simplesmente classificar todas as amostras médicas como Categoria A? Dessa forma, eu estaria certo de que nunca "subclassificaria" quaisquer remessa.

 

Os requisitos de embalagem e documentação para a categoria A (Substância Infecciosa que afetam os seres humanos) são muito mais detalhados e rigorosos do que as exigências da categoria B (Substâncias Biológicas). As embalagens certificadas utilizadas para o transporte de espécimes da Categoria A são mais caros também. Substâncias Biológicas da categoria B podem ser transportados com segurança, quando embalados em conformidade com a IATA Packing Instruction 650.

 

Eu preciso manter um certificado de formação comigo onde quer que vá, quando transportar espécimes da categoria A?


Não, mas o registro que comprove o treinamento atualizado deve ser mantido pelo empregador.

 

Nota Importante - Transporte Aéreo

 

A IATA e a ANAC proíbem que Substâncias Infecciosas sejam levadas a bordo de aviões como bagagem de mão, bagagem de porão ou junto ao corpo - elas devem sempre ser remetidas como carga.

 

Siga-nos no FacebookSiga-nos no LinkedInSiga-nos no TwitterCursos de Aeroportos